•  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

E aí ?!? Blz?!?

Muito prazer…Chamo-me Lucélia Abreu e é com grande animação que aceitei o desafio de fazer parte desse time de escritores do blog  Bola de Tênis Delivery e trazer um pouco do universo do tênis feminino para o blog.

 A participação das mulheres nas competições esportivas é menos expressiva do que a dos homens, mas tem aumentado muito ao longo das últimas décadas.

Cabe a nós, entretanto, manter as conquistas e ampliá-las. E externar nossas impressões acerca dos equipamentos e assessórios utilizados nos treinos e jogos é importante para que essa ampliação continue a ocorrer.

Isso ajuda até mesmo para que sejam confeccionados produtos específicos para nós, que poderiam adequar-se melhor ao nosso biotipo, evitando até lesões. A luta tem que continuar meninas!!!

Bom, mas continuando nosso assunto sobre o tênis, vamos falar um pouco sobre o item essencial no nosso esporte: a bola. As trocas são constantes, quase a cada partida, dependendo do ritmo de jogo, da superfície em que são realizados os jogos e da intensidade da batida de cada jogador(a).

O desafio desse mês foi analisar dois tipos de bolas da marca HEAD, as quais utilizei para treinos e jogos durante o período analisado: Head Pro e Head Team.

Esses dois modelos já foram temas de posts aqui no blog (leia o post: Comparativo Head Team, Head Pro e Head ATP) mas o que eu pretendo trazer é uma perspectiva feminina sobre esses dois produtos. 

 

Começando as análises

O que é muito comum, principalmente no início da prática do tênis é comprarmos as bolas analisando sua embalagem e o que ela nos promete. Afinal, não conhecemos muito bem as diferenças entre marcas e modelos.

Dessa forma, iniciaremos a comparação pelas informações do fabricante e ao final diremos se realmente a bola cumpriu o que o fabricante prometeu.

Bolas de tênis Head Pro

A embalagem traz a informação que se trata de uma bola “premium”. Essa informação significa que foi projetada pelo fabricante para ser a sua melhor bola.

Feita com os melhores materiais e maior durabilidade.  O feltro “Optik” promete 19% mais visibilidade (quanto maior visibilidade melhor chances de uma boa batida).

Traz a indicação de que pode ser utilizada para todas as superfícies e que é pressurizada, o que por norma da ITF garante que a bola retornará exatamente na altura e distância estabelecidas nos testes. É uma bola aprovada por algumas das maiores federações de tênis do mundo: FFT (francesa), RFET (espanhola) e FIT (italiana).

Selos das embalagens da bola de tênis Head Pro

Bolas de tênis Head Team

As informações contidas na embalagem da Head Team já a diferencia e muito da Head Pro. Apesar de trazer a informação de que é aprovada pela ITF apenas significa que ela terá uma classificação diante dos testes realizados pela Federação Internacional de Tênis.  

É uma bola aprovada pelas seguintes federações de tênis: FFT (francesa) e RFET (espanhola). Indicada para todos os tipos de superfícies de jogo. Seu feltro é fabricado por uma das maiores fabricantes de feltro do mundo, a Tex Tech, o que garante um bom feltro.

Selos das bolas Head Team

E aí amigos, vou dizer, após a leitura das embalagens, você fica na realidade sem compreender muito bem o que na prática as informações querem dizer. O jeito é testar, procurar informações na internet ou confiar nas palavras do vendedor. Para poupar o tempo de vocês, vamos aos resultados após os treinos e jogos:

Comparativo bolas Head Team e Head Pro

As bolas diferenciam-se, a primeira vista, pelo fato de que a bola Head Pro possui uma cor muito intensa (justamente pela tecnologia do Optik que citamos acima) garantindo maior visibilidade e melhor chances de uma boa batida. Pode ser uma boa opção para quadras sombreadas.  Essa foi a diferença mais significativa entre elas.

Durante os jogos e treinos, o feltro da Head Pro deveria, em tese, ajudar a ter um maior controle dos efeitos da jogada, mas eu, particularmente, não senti muita diferença entre elas. Reparem que o feltro da Head Pro manteve-se espesso após o primeiro jogo:

Com o passar dos jogos e treinos, a Head Pro destacou-se realmente no quesito durabilidade. A Head Team desgastou-se mais rápido, mas foi muito sutil a diferença do quique, da pressão e leveza.

Enfim, são bolas de excelente qualidade que não decepcionará o consumidor ao comprá-las e perceber que se desgastam muito rapidamente.

O estilo do jogo e a intensidade da batida podem contribuir para um desgaste maior. No caso analisado, os treinos e jogos foram predominantemente femininos e naturalmente com a batida mais controlada.   

Essas foram as minhas impressões e descobertas. Até a próxima!!

Gostou deste primeiro post? Compartilha!

Lucélia Abreu

Escrito por: Lucélia Abreu

Tenista Amadora



  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notificação de
guest
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
José Gonçalves Pereira
José Gonçalves Pereira
2 anos atrás

Eu não gostei da Tretorn. Achei muito dura….

RUBEM CADENA
RUBEM CADENA
2 anos atrás

Gostei muito da análise, parabéns!