Lesões comuns na prática de tênis
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Oi pessoal. Meu nome é Irineu Caixeta, sou fisioterapeuta, fiz especialização em ortopedia e traumatologia, acupuntura e atualmente faço especialização em osteopatia, fui convidado para participar dessa equipe fantástica e fanática pelo tênis, a trazer para vocês um pouco da minha visão e experiência profissional, com o intuito de ajudá-los na prevenção e tratamento de patologias decorrentes do tênis.

Tenho uma Clínica de fisioterapia e Pilates, trabalho com foco no tratamento e prevenção de dores com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Dor no ombro entre tenistas

Recentemente o professor Hudson Cardia que escreve aqui para o blog escreveu sobre o Cotovelo de Tenista, lesão muito frequente entre os tenistas.

Tenho percebido também muitos jogadores de tênis, apaixonados e fominhas pelo esporte, relatarem dores no ombro que os prejudicam fazer bons jogos e até mesmo ficar de molho, afastados por alguns dias.

E isso não é uma exclusividade dos tenistas amadores. Recentemente Novak Djokovic teve que desistir de torneios por conta de uma lesão na região o que o levou a mudar a forma de sacar.

Quando se fala em ombro, devemos pensar em várias estruturas:

  • Ossos
  • Articulações
  • Cápsulas
  • Ligamentos
  • Tendões
  • Músculos
  • Fáscias
  • Nervos
  • Articulações
  • Artérias

Um comprometimento em qualquer uma dessas estruturas pode gerar problemas nesta articulação.

A articulação do ombro possui pequena  congruência e muitas amplitudes de movimentos; é reforçada por muitos ligamentos, cápsulas e músculos que são responsáveis por dar estabilidade e mobilidade a esta estrutura.

 

Dicas para se prevenir de lesões no ombro

Como fisioterapeuta e tenista, vim dar algumas e dicas para se prevenir das lesões nos ombros:

Dica #1: Tenha músculos fortes e flexíveis!

Principalmente para a prática esportiva, isto é muito importante.

Vocês já devem ter ouvido falar em “manguito rotador”. Para você se situar melhor, trouxemos essa ilustração abaixo:

Dor no Ombro: Ilustração do manguito rotator

Fonte: https://goo.gl/images/q2WVPj

São 4 músculos que abraçam a articulação glenoumeral (ombro), fazendo sua coaptação, evitando luxações e permitindo uma boa qualidade de movimento da articulação. 

Mas não são só eles! Existem diversos outros músculos importantes para cada movimento e amplitude que também devem estar fortes e flexíveis; além disso, é muito importante ter-se uma articulação com liberdade de movimentos e sem restrições.

Dica #2: Atenção ao aquecimento!

Faça um bom aquecimento!! Antes de pegar a raquete, movimente as articulações e os músculos.

Com a raquete em mãos, faça movimentos que simulem as batidas durante o jogo.

Bata bola pelo menos 10 minutos antes de começar a jogar!

Aqueça bem! Isso aumentará o aporte sanguíneo dos músculos, estimulará o alongamento e a contração das fibras; prevenindo lesões.

Dica #3: Faça o movimento correto!

A boa execução dos movimentos, utilizando as alavancas corretas do corpo, melhoram a performance, dão mais potência, geram menos esforços nas articulações e músculos e consequentemente causam menos lesões.

Por isso, se vc sente dor ao realizar algum movimento específico do tênis ( saque, backhand, smash ), procure ajuda e orientação de um professor para lhe ajudar a corrigir.

Dica #4:  Aprenda a identificar os sinais que seu corpo lhe dão!

A dor muscular pode acontecer após um treino ou jogo intenso; normalmente ela desaparece até 72h.

Caso ela não desapareça e você apresente dores ao movimento, restrições e dificuldades de movimentos, evite forçar e procure um fisioterapeuta ou médico de sua confiança.

Dica #5: Cuidado com o excesso!

Certa vez, um professor me alertou. Cuidado com o excesso!

E é fato. O corpo precisa de descanso para se reestabelecer. Isso é fisiológico!

Cada organismo responde de uma maneira. O excesso de treino sem um devido descanso, com uma boa alimentação e qualidade de sono, interferem no reequilíbrio metabólico do corpo. Além disso, é preciso levar em conta também a idade, o biotipo e o emocional.  É preciso ter equilíbrio!

Exercícios para prevenção da dor no ombro

Para fechar, preparei um vídeo especial com 6 exercícios para ajudar a prevenir a dor no ombro através do alongamento e fortalecimento dos músculos. Confira abaixo:

https://www.youtube.com/embed/rFkvwLkxswo

É isso aí pessoal! Espero ter contribuído com vocês.  Estou à disposição para maiores informações e esclarecimentos.

Se precisarem, podem me procurar.

www.studiopilatesbrasilia.com.br

(61) 98173-6261 WhatsApp

Se gostou do post ou conhece alguém que precise de tratamento, compartilhe estas dicas!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
Irineu Caixeta

Escrito por: Irineu Caixeta

Fisioterapeuta e Tenista



  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notificação de
guest
7 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Antônio
Antônio
3 anos atrás

Boa noite. E para diminuir as dores nos cotovelos (epicondilite)?
Grato
Antonio

Bruno
Bruno
3 anos atrás

Excelente dicas!

Bruno
Bruno
3 anos atrás

Excelentes dicas! Vou acrescentar na minha rotina e ver como minhas dores evoluem. Abraços

João Paulo Vasconcelos
João Paulo Vasconcelos
3 anos atrás

Parebens !!! otimas dicas.

trackback

[…] saibro, os tenistas costumam ter mais lesões de membros superiores (cotovelo, ombro) já que o jogo se prolonga bastante, obrigando o jogador a repetir muitas vezes os […]

trackback

[…] Dor no Ombro – 5 dicas para evitar dores no ombro jogando tênis […]